Contacte-nos através do nosso email:
cethomar@hotmail.com

3/09/2008

O Porto de Thomar (Estaus)


Em Tomar, a margem esquerda do Nabão foi sempre a preferida pelos povos antigos: Celtas, Iberos, Romanos, Visigodos, etc... Todos eles deixaram marcas das suas construções nesta margem hoje freguesia de St. Maria dos Olivais. A margem direita, até à ocupação Templária era naturalmente inóspita porque o Nabão inundava o local, hoje freguesia de S. João Batista. Certo que havia uma via Romana que dava acesso à ponte e que provinha de Olisipo e se dirigia a Bracara Augusta. A ponte seria mais comprida no sentido da corredora: as guardas prolongavam-se até à embocadura da rua dos Moinhos.

O Nabão entrava, como hoje, em Tomar dividindo-se em dois cursos distintos: um que seguia a norte do mouchão, pela esquerda, para a ponte, passando junto ao mosteiro de St. Iria o qual era mais forte; outro que inundava a zona que é hoje o jardim da Várzea Pequena que, nesse tempo, era repleto de espadamas, juncos e lodo formando o seu curso na direcção da rua dos Moinhos passando por debaixo da via Romana que ali teria um pontão; dava movimento às rodas das azenhas e vinha passar ao fundo da rua da Graça junto dos Estaus atingindo o curso principal perto do antigo matadouro.
Foi o Infante D. Henrique que viria a transformar e a dar uma grande importância ao rio ao construir a famosa Escola de Navegadores que a tradição erradamente consagrou em Sagres. Esses edifícios tinham como nome Estaus, eram enormes edifícios, para a época, que ocupavam o primeiro quartel a rua dos Arcos; um frente ao outro cujas fachadas tinham 16 arcos Góticos cada igual número de janelas do mesmo estilo por cima do vértice de cada arco; davam luz a enormes salões que serviam de escola, refeitórios e dormitórios. Era aqui que ficavam hospedados os astrónomos, astrólogos, geólogos, cartógrafos, marinheiros... Nos baixos funcionavam as oficinas,c arpintarias, tanoaria, saboaria, segeiro, cordeiro, esparteiro... os armazéns, os mercados, etc.. aqui se construíram as peças para os veículos de passageiros de carga, para embarcações que eram montadas em S. Lourenço junto às ferrarias(também aqui já celtas e Romanos trabalhavam o ferro na antiguidade). A título de curiosidade foi nestas ferrarias de S. Lourenço que D Manuel I anos mais tarde mandou construir canhões para as Naus.

Prontos os barcos facilmente seriam lançados ao rio até ao porto de Punhete (castelo de Constância) onde eram finalizadas as embarcações. Dai seguiam Tejo abaixo até Lisboa de onde se iniciava a grande aventura dos descobrimentos ou achamentos.

*Restos dos arcos...

34 comentários:

Azul disse...

O Infante, dotado de grande inteligência delineou o respectivo plano de urbanização onde ficavam marcados os arruamentos, com muita regularidade, sendo os principais, todas perpendiculares ao rio, tal como ainda se encontra hoje.
De todos os arruamentos da época inicial, o mais importante, seria possivelmente o que tem hoje o nome da rua dos Arcos, era pois ai, que de um lado e do outro da mesma rua foram construídos os sumptuosos edifícios dos Estaus, como se pode fazer ideia observando o que deles ainda resta.
Em 1522 terá havido no seu primeiro piso a sede do município antes dos paços manuelinos. Com o passar do tempo, sendo já os Estaus propriedade da misericórdia, por cedência da ordem de Cristo, tornou-se Hospital da Misericórdia em cerca de 1550
Nos Estaus ainda se estabeleceram os mercadores Judeus e nos pavimentos superiores hospedavam as pessoas reais e outras de categoria elevada.
Também se pensa que o Rei D. Duarte ali teria falecido vítima da peste.
A quando a sua restauração (uma delas) foi feita uma comparação dos Arcos dos Estaus com os arcos da parte inferior do Claustro da Lavagem, anexos do Paços do Infante no Convento de Cristo e concluiu-se que as obras são da mesma época e nelas trabalharam os mesmos artistas. As siglas de cantaria são as mesmas, bem como a arquitectura dos Arcos, que é perfeitamente igual e foram desenhados nas mesmas porpoções sendo os do Claustro mais pequenos.

Abraços

Anónimo disse...

Gostei muito deste pedaço da história de Tomar.
Obrigada azul. Foi bom ver, como a nossa terra já foi grande. Quero mais. Embora me faça pena ver ao que chegamos.
Maria

Anónimo disse...

Amigos, poderia alguém indicar-me locais onde possa encontrar mapas da antiga Tomar, de preferência através de links de internet (mais fácil e barato :)
Obrigada
CP

Anónimo disse...

Muito bom e esclarecedor.
E o que se encontra agora nesses locais que ainda restam, casas particulares e lojas?
Houve alguma intervenção arqueológica nesses locais?

Anónimo disse...

Atenção que estão a enviar links para páginas que têm por objectivo infestar o computador com virus...

InsideJob disse...

Alguns dos imóveis sitos nos locais dos Estaus são propriedade da CM de Tomar. Por favor perguntem junto do departamento de Obras se quando beneficiaram os mesmos foram feitas algumas pesquisas. :-).

Anónimo disse...

PODE ENCONTRAR MAPAS AQUI MESMO NO BLOG,JÁ FIZEMOS UM POST SOBRE A CIDADE.
MAPAS ANTIGOS DA CIDADE SÓ EM LIVROS ,NA NET POUCO OU NADA EXISTE.

JOÃO

Anónimo disse...

João, estão mesmo a colocar links para páginas de vírus.
Atenção que as páginas que perguntam às pessoas se querem instalar anti vírus ou mesmo fazer um scan online, normalmente, quando se responde que sim (ok) é imediatamente instalado um programa que pode conter vírus ou outro tipo de problema. NUNCA RESPONDA OK sem saber que site está a visitar.
Ana P.

Anónimo disse...

Concordo, mas se fosse assim tão óbvio para todos os utilizadores de internet, estes sites e respectivas infecções não proliferavam com tanta faclidade na internet.
Acho que vale sempre a pena chamar bem a atenção.
Cumprimentos,
Ana P.

Anónimo disse...

Excelente apontamento sobre uma das áreas mais esquecidas da História de Tomar.

Proponho que se altere o nome da Rua dos Arcos para Rua dos Estaus.

FM

Anónimo disse...

Proponho que seja retirada o comentário com esses links.

Azul disse...

Peço desculpa, pela falta de atenção, de facto não tenho andando com tempo nenhum, ando a tratar de diversos assuntos ao mesmo tempo.

Estes link só são colocados nos blogs com muitos visitantes, pois outros blogs não os têm como poderão reparar...

Aproveito também para informar os nossos vsitantes que a partir do dia 17 dwe Março vai decorrer uma exposição sobre objectos antigos de Thomar, como gravuras, postais antigos, entre outros objectos curiosos.
Depois colocarei mais alguma informação sobre a exposição.

Aproveito tambem para desejar as melhoras para o nosso amigo! Espero qur fiques bom rápido. Pois és uma "peça" importante neste "jogo" e precisamos de ti!

Abraços

Anónimo disse...

Excelente trabalho de pesquiza.

Azul e João ,estão de parabéns.

Miguel

Anónimo disse...

Obrigado penso já estar bom, ou quase, mas,"resultados só no fim do jogo"

Nabliudatel

Anónimo disse...

Força.

João

Anónimo disse...

GOOD WORK

SCOTCH TEMPLAR NIGHTS

POUPERES COMMILITONES CHRISTI TEMPLIQUE SOLOMONICI

.../...

Anónimo disse...

Gostaria de perguntar se alguem sabe alguma coisa sobre o chão que abateu junto da ponte nova(em construção).Ouvi dizer que tinham encontrado uma entrada:

Zé da Mendacha disse...

Esta gente vê túneis em todo o lado...

Anónimo disse...

DOMINGO PASCOA
DAS 9 AS 11 PROCISÃO DA ALELUIA EM CEM SOLDOS(TOMAR).
MAIS UMA VEZ AS CRUZES FEITAS PELOS JOVENS DESTA LOCALIDADE VÃO SER DESTRUIDAS CONTRA A ESCADARIA DA IGREJA.
TERA ALGO HAVER COM A NEGAÇÃO DA CRUZ PELOS TEMPLÁRIOS COMO DIZ GANDRA E LOUÇÃO.

Anónimo disse...

Nos primeiros tempos do cristianismo não era a cruz símbolo deste, seria como aceitar uma cadeira eléctrica nos dias de hoje como expoente simbólico de alguém ou religião que tivesse o seu momento último sentado nessa mesma cadeira. Só muito posteriormente, e já distanciados desse momento de dor, é que a cruz foi aceite.

Reflecte o partir das cruzes simplesmente o momento da ressurreição, o que de facto se comemora nesse dia de Páscoa. A cruz cristã ainda hoje é símbolo de morte e sofrimento, pelo que o acto de a destruir se assume como valor simbólico do Cristo vitorioso sobre a morte.

Não entendo o que se quer dizer com negação da cruz, mas julgo que estejam a tentar dizer simplesmente que não aceitam um Cristo morto. Então sim, estamos de acordo com o que disse em cima.

Eu.. que já conhecem..

Anónimo disse...

"Cristo viveu por nós, não morreu por nós!" As trevas da ignorância e estupidez humana é que o mataram. Mas Ele veio por nós e para mostrar que a morte é apenas a "curva na estrada", como dizia Pessoa, e que o mal nada pode contra Ele, ressuscitou. A ser verdade o que acabo de dizer, e eu creio nisso, talvez a destruição das cruzes, possa significar também isto. Curiosamente, na Idade Média, não era dado tanto destaque ao período da Paixão, como mais tarde viria a acontecer...Há que dar maior relevo à sua vida do que à sua morte.
Lysardo

InsideJob disse...

Como se chamam as flores amarelas que normalmente ornamentam as cruzes de Cem Soldos?

Anónimo disse...

Ou seja, a Cruz não é sinal de luto...

Eu.. que já conhecem..

Anónimo disse...

É verdade que abateu o chão debaixo do rio?

DM

Anónimo disse...

(correção ao comentário anterior)

Ou seja, a Páscoa não é sinal de luto... o partir as cruzes é símbolo disso.

Eu.. que já conhecem..

InsideJob disse...

Há fotos desse abatimento, onde foi ??

Azul disse...

Olá.
As flores amarelas que são colocadas nas cruzes que se fazem em Cem soldos nesta altura são Aleluias.
Abraços

InsideJob disse...

E Hoje é Sábado de quê??

Zé da Mendacha disse...

Pronto!!! E eles a darem-lhe!!! Abateu o quê? Onde? Porquê? Fotos? Localização GPS?

É só túneis nesta terra, mas ainda não vi, repito, NÃO VI, fotos nenhumas, nem de interior ou entradas de túneis, por isso meus senhores apresentem lá provas desses supostos túneis de Tomar e dos restantes castelos templários de Portugal

Zé da Mendacha disse...

Ninguém pia sobre os túneis? Pois sim, pois sim, túneis, hã?? Onde estão eles? Vá lá, só uma fotozinha...

Anónimo disse...

Querem Túneis vão ao metro,tem lá uns bons km.hahahaha

Valete disse...

nao a ponte n abateu foi substituida por k tava degradada.. em questao aos tuneis, existem sim maix que 1 vem cá a Tomar eu mostro-te os tuneis... se kiserem mais n poxo fazer

Anónimo disse...

Спасибо понравилось !

Anónimo disse...

Пасибо за материалы! :)
Respect blog.thomar.org