Contacte-nos através do nosso email:
cethomar@hotmail.com

12/25/2006

Questão 1 - O porquê de Sta Maria do Olival?


Na busca de um saber mais profundo e para melhor comprender mos a caminhada dos Templarios,esta pergunta pode ser uma das "chaves"...

O porquê da escolha do Panteão em Sta Maria do Olival? Porquê Thomar?

Quem tiver algumas dicas que exponha, vamos tentar com este blog expôr duvidas e teorias reais ou outras um tanto quanto em fantasia...Para isso contamos com ajuda de todos... para assim conseguirmo-nos unir e formar um grupo capaz de defrontar todas as atitudes tomadas que desfavoresem os saberes Templarios.


*Quadro misterio do templo de St Maria ,poque razão estao 16 pessoas e hà 17 chamas do Espirito de Santo????

Cronologia

1160 - data provável da reconstrução por D. Gualdim Pais, sobre ruínas do mosteiro beneditino, da primitiva igreja de Santa Maria, sendo possivelmente dessa época a porta românica de arco de volta perfeita na fachada N.; 1195 - o Mestre da Ordem do Templo, D. Gualdim Pais, é sepultado na igreja; séc. 13 - no reinado de D. Afonso III (1248-1279), desaparece a primitiva igreja dando lugar à actual; séc. 15 / 16 - Reinado de D. Manuel I (1495-1521), a igreja sofreu grandes reparações e alterações; séc. 16 - Reinado de D. João III (1521-1557), conclusão sob a direcção de Fr. António de Lisboa (Frei António de Moniz e Silva) das obras iniciadas no reinado de D. Manuel: construção em 1528 do túmulo de D. Diogo Pinheiro (1525- inscrição com a data do seu falecimento); destruição dos túmulos e epigrafias dos Mestres Templários e de Cristo, ficando apenas quatro; construção da abóbada e da janela de verga golpeada da sacristia (inscrição na verga de 1543) e ampliação, com a construção a sul, da galeria corrida e das capelas laterais; construção do púlpito, porta de acesso à sacristia e coro-alto séc. 17 - Revestimento azulejar das capelas do lado S.; séc. 19 - Realizam-se obras de restauro tendo sido destruídas três capelas

18 comentários:

Anónimo disse...

Antes de mais,quero felicitar ,pela ideia deste blog,não sendo nova ,è mais realista en relação a outros blogs.Quero dar uma achega sobre o quadro que se encontra en St.MAria dos olivais (ou santuario da virgem negra ),alem do que dizem sobre as chamas e n de figuras,tambem temos de ver que a figura de verde tem 4 dedos no pe,e 6 dedos na mão.Sò mais uma coisa ,para quando è retirada a lage do chão ,para vermos as criptas, muita gente de tomar là brincou.Pois falei com pessoas jà muito idosas e que là estiveram.
Estamos a destancia de uma pedra!Não sendo de tomar ,faz-me impressão as autoridades de tomar,parece que estão paralizadas,acordem a tanto pra ser visto!

DEGRACONIS disse...

Tem toda a razão quando nos diz que tal figura se apresenta de um modo atípico. Teria sido o pintor um desastrado? Certamente que não. Algo se esconde por detrás de tal aparente descuido. A representação do quadro, quanto ao número de pessoas e chamas do Pentecostes não é de todo estranho à história da arte. O facto de o número de chamas não coincidir com o número de pessoas pode parecer estranho mas existem mais quadros com tal iconografia em que as chamas não coincidem com os visados. Deviam coincidir mas tal nem sempre acontece.

Tal desperta-nos para uma análise mais cuidada apenas porque a esta falta de coincidência alia-se a estranha figura de verde, que alias tem a cabeça inclinada de forma excessiva. ( Não se esqueçam tb das cores.. vermelho e verde.. mas tal fica para outra altura ).

Uns reparos apressados(dicas):
O número 17 é o número de Portugal.
Os 16 mais os 17 perfazem o número 33.
Estão lá representados os 12 apóstolos e mais 3 personagens.
A festa dos Tabuleiros está intimamente relaciona com a Festa do Espírito Santo.
Paráclito e a terceira idade.
D.Dinis e Rainha Santa Isabel.

Na verdade tais representações encerram um mistério. Vejam a seguinte e reparem na mesma figura. A posição dos dedos e do braço.
http://www.jenskleemann.de/wissen/bildung/media/6/63/folio_79r___pentecostes.jpg

E chega…. Porque não era sobre tal que queria debruçar-me, mas sim no facto de o anónimo conhecer testemunhos vivos sobre a tal cripta. Poderemos tentar recolhe-los junto a essas pessoas? Seria de todo interessante. Eu conheço alguns mas não lhes posso dar crédito.

Agradecido
III V

DEGRACONIS disse...

ERRATA AO COMENTÁRIO ANTERIOR:

Onde digo 3 figuras queria dizer 4 figuras. Maria rodeada de Isabel e Ana e uma outra que é.....

pedro s. disse...

qUero informar o degracoins,no que diz respeito à entrada do tunel ,vindo da torre de D.Catarina,è verdade que existe pois muitos tomarenses là brincaram e namoram as escondidas,entre eles alguns parentes meus.Quanto a st Maria nada sei tirando aquela pedra no chão,que è estranha,a respeito do claustro do sèminario ele fica jundo à porta de saida do convento,tem uma escada en caracole.AtÈ uma proxima vez.

DEGRACONIS disse...

A recolha desses testemunhos que conhece beneficiária em muito as investigações que estamos a levar a cabo neste blog, onde tenho contribuído conforme posso. Conheço algumas descrições, como já o disse algures, mas mais testemunhos a corroborar tal, seria fantástico.

Sobre a pedra lapidar em Santa Maria a seu tempo tentarei dar alguns contributos, mas dado as várias frentes abertas de assuntos em discussão não me atreverei a perder tempo. Irei ainda hoje, se o meu jantar não se alongar tentar continuar o meu comentário sobre o poço do seminário e afins ao tema. ( Será noutro comentário onde aliás comecei abordar tal assunto ).

Mlehreos Cmopirmnetos

arraiolos disse...

em relação ao espírito santo muito se pode dizer!! de facto o culto do espírito santo no nosso país é bem anterior a Rainha Santa Isabel. Existem documentos que comprovam a existencia do culto no nosso pais. A provar isto ve^m um documento de 1222 na qual se descreve a Confraria de Benavente. Bastante similar as festas do espírito, inclusive com distribuição do bodo, que ao que parece é comum a outras confrarias do sec. XIII na Europa. De facto o que rainha Santa Isabel insere de novo nosso país é o modelo de império. Hoje bastante diluido mas com originalidade bem patente quando comparada com a de outros paises europeus.

DEGRACONIS disse...

Subscrevo as curtas palavras do Arraiolos sobre tema tão extenso. Aproveito contudo a oportunidade para reforçar ( e corrigir talvez a data ) a ideia de que as Festas do Espírito Santo não tem o seu aparecimento no reinado da Rainha Santa Isabel, antecedendo-a sim em algumas décadas. No entanto só sobre seu patrocínio é que atingem o esplendor e brilho que lhe atribuímos, adquirindo só nessa época as características de “império”.

Dados remotos, retirados da poesia de PêroBarroso do século XIII e de outros escritos rastreados, dão-nos a indicação que os termos “cinquesma” e “pinecostes” eram sinónimo da Festa do Espírito Santo e que estas possivelmente tiveram origem em 1232 na Confraria do Espírito Santo de Benavente, se bem que não devem ser havidas como exactas. Seja como for, doação em Santarém na data de 1269 a favor do Hospital do Espírito confirma esta devoção ser anterior à Rainha Santa.

De igual forma é engraçado que o Milagre da Rosas atribuído à Rainha Santa Isabel não se apresente como original nem primeiro na cronologia dos quanto Milagres desta natureza. Isabel ( ou Elizabeth ) da Hungria é detentora da patente de tal milagre, curiosamente parente ( tipo tia-avó) da nossa Rainha Santa Isabel.

No seguimento destas curiosidades, mais uma: Isabel da Hungria era a protectora dos cavaleiros teutónicos, e embora pese a escassez dos meus elementos, foram os herdeiros espirituais dos templários na Alemanha, à semelhança da Ordem de Cristo em Portugal. Das minhas investigações sobre tal, recolhi a informação que na Europa só dois países os declaram inocentes, Portugal e a Alemanha, esta última no concílio de Mogúncia ( os outros à excepção de França apenas os absolveram ).

III V

JOÃO disse...

Gostaria se tal fosse possível e dado o meu gosto tão especial pela igreja St Maria do Olival,que o Degraconis,quando das suas consultas ao blog me explicasse sobre a tela onde estão as 16 figuras e as 17 chamas o porque das cores verde e vermelho das duas personagens,será que tem haver algo com a bandeira nacional .Quanto ao (cálice) desenhado no chão e que segundo minhas fontes é um símbolo budista ,se não é budista o que fez o Dalai lama lá ir???Já me deparei a certa altura com 3 budistas lá a rezar á não muito tempo.Também já vi por 2 vezes uma pessoa que muito ademiro que é José Medeiros a fazer girar o pêndulo em cima de tal desanho.Será das energias da pedra ,de onde tera ela vindo???O que se passa ali afinal?Queria ainda responder á pessoa que diz que os templários não aceitavam ideias o projetos dos muçulmanos! não é assim pois os templários respeitavam todas as religiões e ainda pra mais havia templários muçulmanos ,é uma questão de consultar vários livros.Ligar os templários só a igreja católica é um erro comum!

DEGRACONIS disse...

Meu Caro João,

Coloquei comentário hoje onde abordo a questão das cores.(no ultimo artigo do blog)

Já que avançou com o tema bandeira nacional, só de lembrar que foram vários os maçons envolvidos em 1910 na determinação do que ela é hoje. O próprio Teófilo de Braga era maçon.

Obedece ela à Proporção Dourada.
Cumprimentos fraternos.
T

JOÃO disse...

Quero dizer ao Degraconis que compreendemos quando diz não poder se alongar mais ,pois todos nos temos assuntos que não podemos falar em publico ,dai que esperamos o jantar para nos conhecermos e trocarmos ideias sobre estes assuntos .Sobre ST.Maria ,que é a minha paixão ,custame ver que as pessoas de Thomar não sabem dar o valor mercido!O templo de St Maria ,vamos chamar assim tem uma historia tão rica em relação a fundação de portugral e as lutas pela nossa independência. Uma das historias é a de que foi aqui que D.Nuno Alvares Pereira rezou durante 8 dias até a chegada de El Rei D.João I ,para juntos partirem para Aljubarrota,por curiosidade vejam as duas espadas a entrada do templo ,no chão.Deixo aqui um texto para refletir sobre os símbolos nas pedras de um poeta que tanto gosto,Fernando Pessoa:"Primeiro ,sentir os símbolos,sentir que os símbolos têm vida ou alma-Que os símbolos são gente.Mais terde virá a interpretação,mas sem esse sentimento a interpretação não vem." saudações fraternas

non nobis sed blog tuo da gloriam disse...

Ola a todos
Das grandes desgraças que houve em Portugal,(para além dos incêndios e do tremor de terra de 1755)as piores foram a vinda da "santa" inquisição e a tomada do poder pela maçonaria. As cores nacionais históricas e eternas da Pátria são e serão sempre o azul e branco.
Viva Portugal

JOÃO disse...

Meu caro amigo como pedi no inicio do blog (não querendo fazer censura)eu peço que nenhuma afirmação sejá feita contra organizaçoes sejam maçónicas ,templárias,rosa cruzes ou republicanas e monárquicas .Ninguem disse que não era patriótico ,não sendo eu maçom ,nem templário nem rosa cruz (mas sim um grande apaixonado pela historia dos templários e pela minha cidade natal thomar)uma coisa temos de concordar é que ouve grandes maçons ,tais como :Marques de Pombal,D.Fernando,D.Luiz I e certos presidentes da republica e ainda o grande Fernado pessoa.Devemos nos centrar no motivo que nos fez fazer o blog ,os mistérios de thomar e dos templários .

Azul disse...

Afirmando aquilo que o meu amigo João (e colega de pesquisas) ;o).
TEnho também uma palavra a dizer sobre o assunto, uma vez que a finalidade do Blog, é tentar unir esforços para compreender nos estes cavaleiros e mais facilmente estuda-los, à que desvalorizar comentarios de cariz unicamente pessoal, que nada tem a ver com estes asssuntos ligados a todos os paises por onde eles passaram e ligados a todas a ordens politicas em varios tempos.
(todas estas palavras para dizer: que não queremos que haja conflitos e disputas, pois acredito que haja pessoas das mais diversas relegiões, partidos politicos, etc que tem curiosidade sobre este tema...) penso que com esses comentarios é estar-mos a desviar do caminho ao qual todos nós estamos ligados...

Abraços

Inside Job disse...

No geral este blog é uma Curte !!

Em relação a Santa Maria do Olival, gostaria de felicitar o Engenheiro Paiva pela contribuição valorosa que vai dar à igreja.

Colocar uma rodovia a escassos metros da cabeceira do edifício, por sobre uma linha de água é genial.

Ajudará sem dúvida à divulgação desta igreja Tomarense.

O Paiva é um Iluminado !!!

Anónimo disse...

O paiva não é um iluminado,pois não tem valor para isso,mas que é esperto é!Abre buraco a frente ,abre buraco atras ,o homem tem de dar com o buraco para entrar no túnel.Esta a acabar o mandato e ainda não deu com o buraco.Dentro em breve vai abrir buraco para a ponte nova! o homem não desiste.Talvez acabe no buraco cavado por ele!Ele que não se esqueça que a igreja é vegiada de noite e de dia.se não forem os vivos atras dele serão os mortos,la dentro ele não entra.Podem ter a certeza.

orion disse...

o número de Portugal é o 17?

Isso significa o q?

luisa disse...

Eu vejo 17 figuras. A décima sétima está no canto superior esquerdo, debaixo da chama do espirito santo e atrás da figura que se v~e bem. Vê-se a cabeça por trás...

luisa disse...

Eu vejo 17 figuras. A décima sétima está no canto superior esquerdo, debaixo da chama do espirito santo e atrás da figura que se v~e bem. Vê-se a cabeça por trás...