Contacte-nos através do nosso email:
cethomar@hotmail.com

2/26/2007

Infante D. Henrique ou D. Duarte???























Terá realmente a figura do D. Duarte ter sido trocado pela do Infante D. Henrinque?

Vejam este site e explorem-no bem, pois contem muita informação. http://paineis.org/INDICE.htm

12 comentários:

Anónimo disse...

Voces tem cada tema,estão em todas!!!Porque é que não escrevem um livro???Já tinha ouvido falar neste tema na tv.
Esse novo infante que tem a cruz partida,será que é a cruz da ordem de tau?Será uma maneira de dizer que é templário ,mas com a cruz da ordem de cristo!!!

Anónimo disse...

Oi então o D Duarte é o infante e o infante é o D Duarte,tenho a cabeça a dar voltas.Se calhar somos todos uma ilusão.Este nosso nosso portugal será filho dos deuses ou entiado dos mesmos?Isto é tudo bue fixe!Que raio de hítoria a nossa.Xau

Pedro Nunes disse...

Caríssimos:
Bem sei que o que vos trago não se relaciona com este post. Contudo gostaria de partilhar convosco uma situação que se passa comigo e me deixa desassossegado. Sempre que entro na venerável Igreja de Santa Maria, em Tomar – e já lá fui 4 vezes -, sinto uma súbita inércia, um sentimento de desfalecimento que se apodera de mim e me deixa sem reacção, levando-me quase ao desmaio. O mesmo acontece num determinado lugar da vila de Sintra, que preferia não revelar. Conheço outra pessoa, natural de Tomar – eu não sou de Tomar -, a quem sucede o mesmo na Igreja de Santa Maria. Quanto a outras igrejas, capelas ou demais locais santos e telúricos que já visitei, nunca me tolheram a energia como em Sintra e, sobretudo, em Tomar. Alguém sabe se dali emana algum magnetismo especial? Conhecem casos semelhantes?
Fraternitatis.

RITA disse...

pEDRO NÃO ES O UNICO POIS EU PROPRIA JÁ TIVE TAMBÉM LÁ UMA EXPRIENCIA IGUAL E MAIS ALGUMAS PESSOAS TAMBÉM,A ENERGIA DA IGREJA É MUITA ,HÁ QUEM LÁ TENHA VISÕES TAMBÉM,PELO QUE ME CONTARAM A IGREJA É GUARDADA PELOS ESPÍRITOS DOS VELHOS GUERREIROS QUE ZELAM PELA SUA CASA DE NOITE E DIA.ESSES ESPÍRITOS ALIMENTAM-SE DA ENERGIA QUE TEMOS A MAIS E QUE DEPOIS NOS DEIXAM RELACHADOS ,COMO SE O MAL QUE TEMOS E AS PREOCUPAÇÕES FICASSEM LÁ,PARA SAIRMOS LIMPOS.

cm disse...

1 lugar agradeço ao pedro nunes por se indentificar e á rita que nao sei se estou certo mas penso que nos conhecemos na nossa senhora da graça certo?

Devo dizer que nao sinto tais energias mas sim a paz de espirito propria de templos como este, no entanto tenho sabido de de casos semelhantes. mas quanto as isso nao me pernuncio.
Mas o lugar de sintra será quinta da regaleira!!?
Aguardo que nos esclareças?

Pedro Nunes disse...

Caríssimos CM e Rita:
Primeiramente, gostaria de vos dizer que não creio em espíritos nem demais entidades sobrenaturais, muito menos que se andem a nutrir da minha energia. Sou um céptico, porém sempre em busca de respostas para as minhas dúvidas. Construo o meu ser a partir de linhas precisas, racionais e, claro, com grande sentido de fraternidade. Talvez magnetismos… agora, espíritos de veneráveis cavaleiros passados, não creio!
O que se passa comigo e com outros que sei, na Igreja de Nossa Senhora do Olival, não o consigo explicar, por isso expus-me assim e, creiam, falar deste assunto é, para mim, facto de grande constrangimento pessoal. Ninguém gosta de demonstrar uma debilidade!... Mais não sei do que já disse.
Quanto ao local em Sintra, desculpem, mas estou obrigado por dever a não o revelar.
Pedro Nunes, claro, é o meu pseudónimo, porém muito ligado a mim e à personalidade histórica homónima.
Fraternitatis . . .

RITA disse...

PEDRO SE TENS DUVIDAS NÃO DIGAS QUE NÃO ACREDITAS!DE CERTEZA QUE TENS ALGUEM NA FAMILIA QUE TE PODE AJUDAR SOBRE O ASSUNTO,SE NÃO TIVERES COM QUEM FALAR PROCURA ALGUEM NA IGREJA DE ST MARIA ,QUANDO MENOS ESPERARES A RESPOSTA APARECE!QUANTO AO SITIO EM SINTRA QUE FALAS ,SEI ONDE FICA,O NÃO FOSSE ESSE RETANGULO TAMBEM TEMPLÁRIO!

Pedro Nunes disse...

Caríssima Rita:
Sim, é um venerável quadrado, mosaico preto e branco, mas não será aquele que pensa, se é que pensa em algum em especial!
Fraternitatis . . .

O gGuardião das távolas disse...

«Infante D. Henrique ou D. Duarte???»

Infante D. Duarte, não. Falecido rei D. Duarte, sim.

«Esse novo infante que tem a cruz partida,será que é a cruz da ordem de tau?»

Disse o oráculo: «não se trata de uma cruz integral com cinco bossas, nem de uma cruz em forma de «tau» (sem braço superior) que implicaria um braço inferior mais longo e um acabamento coerente do topo, mas de uma cruz partida a que restam três braços e meio e apenas quatro bossas.»

E assim é.

O Guardião das Távolas disse...

Guardião das Távolas. Assim é que é.

Anónimo disse...

Sim senhora João e azul,belo blog da Hístoria de tomar e dos Templários.Força


Professore

Esmeralda disse...

Pois... experiências ocorridas em Sta Maria do Olival!.. também tive, qd a visitei.

Não vou revelar a experência, obviamente. Até pq acho q, se reduzir a situação a escrito, eu própria não acredito no que aconteceu. Posso, no entanto, dizer q fiquei feliz ao ponto de começar a dançar de contentamento! lol ... e só parei pq apareceu um padre, atraído pelo barulho dos meus pés.

Do local que o Pedro e a Rita falam, em Sintra, não faço nem idéia onde seja... de qq forma, tb aí me aconteceu uma situação deliciosamente dançável: andava eu pelo meio da serra, qd resolvi subir a um daqueles pedragulhos enormes.. daí, avistei um local e acerquei-me. Uma vez lá chegada, sentei-me e desanimei (era um smell a xixi q n se podia). Eis senão qd, saturada do cheiro nauseambundo e zangada de ver q o meu radar de detectar locais templários estava avariado, me preparava para desferir um impropério a Gualdim Paes, ergo a cabeça e... zás!!!... lá estava o símbolo templário! Escusado será dizer que desatei aos pulos de contentamento e que executei ali a minha dança templária. lol