Contacte-nos através do nosso email:
cethomar@hotmail.com

3/13/2007

Dia 1 ou 12 de Março?

Muitos tem perguntado do porque do dia 12 e não dia 1 de Março.
Como sabem no dia 10 foi o jantar em Thomar onde um grupo de pessoas debateram determinados assuntos sobre thomar e os templàrios ,entre um desses temas foi o do dia 12 Março que passo agora a desvendar.
(queria agradeçer aos presentes, e aos que não foram dizer que em breve faremos outros jantar).
A data de 12 devesse ao desvio cronológico devido à precissão dos equinócios (o ponto verbal desloca-se um grau em setenta e dois anos)para o período de oitocentos e doze anos que nos separa de 1160 é de doze graus.Há que efectuare a correção e é portanto sobre a posição do céu no dia 12 de Março que nos devemos basear.

14 comentários:

CM disse...

Pois é pois é! voltei mas nao muito bem disposto, e com algumas coisas para dizer.
Tenho acompanhado o blog por fora e estou a ficar desiludido com o rumo que esta a levar.
Este blog era suposto servir para as pessoas que o vistam apredenrem qualquer coisa e mesmo para os intervenientes nele consiliarem os seus conhecimentos com esperança de se produzir alguns frutos no que diz respeito á matéria de templários.
E hoje como acordei com os pés de fora quero deixar bem claro que nao estamos interessados em histórias e mistérios e aquele q disse e depois nao disse, jogadas e brincadeiras como esta do nosso amigo sr anonymous, que sem sombra de duvida conhece o grupo deste blog pa nao falar que pode ate mesmo ser um membro dele!?
no entanto peço que tentemos virar o rumo do blog enquanto é tempo e se nao tiverem nada mais do que estas historias pa falar se limitem a ler o q vai aparecendo de interessante.

Apelo tambem ao azul e ao joao para que começem a cortar estes comentarios pois so preenchem espaço e nada mais do que isso.

Acho que em vez de estarem a atacar o degraconis devem aprender com ele ou com eles pois foram eles que enriqueceram este blog ao longo dos tempos.

E ja agora peço que deixem de usar anonymous e se identifiquem, aconselhando tambem o azul e o joao a cortarem os comentarios de anonymous pois se sem regras isto é uma rebaldaria entao que venham a regras.

Um grande abraço ao pessoal do jantar, gostei de vos conhecer (degraconis)
e espero que no meu proximo Comentario tenha novidade interessantes pa contar e ler.

Azul disse...

Como devem de calcular... este tipo de comentarios intressam muito pouco a comunidade cultural do nosso blog, e tal como o cm diz vamos deixar nos destes joguinhos e brincadeiras... Como não respeitaram as regras, a partir de agora vai ser diferente!!
Apelo para que os comentarios devem ter algo construtivo, logico e com nexo. Que tenha alguma coisa a ver com o tema e que nos prima com provas, tal como alguns dos leitores mais atentos deste blog.
Deixo também uma chamada de atenção para os post sem nome, pois não tem lugar neste blog, qual o problema de dizer o nome e até de dizer de onde são??!!?? alias so iria enriqueçer o blog e mais facilmente conseguir distinguir os seus intervenientes.
Assim está explicado, e a partir de agora começam-se as "limpezas" no blog...
Abraços

* espero que os proximos comentarios tenham informação útil e necassaria para esta demanda e não comentarios especuladores de temas, sem intresse nenhum para esta comunidade.

Anónimo disse...

Se se vai começar a respeitar estas regras, o que eu acho muito bem, então este blog está morto e a unica pessoa que poderá escrever alguma coisa aqui será o Sr. Degraconis visto que mais ninguém escreve nada sem ser do foro especulativo que tantas vezes a roça o ridiculo.
Apenos quero dizer que as regras que o Sr. Azul deseja impor apenas servirão para o calar, a ele e aos demais.



Velho do Restelo

Azul disse...

Viva
Boa tarde.
O Sr.Velho do Restelo, não deve ter percebido bem a minha mensagem (ou não quis perceber), pois esta intenção não é de calar os leitores, mas sim incetiva-los ao estudo mais profundo, para que possam fundamentar as suas opiniões e não debitar historias e fantasias e noites mistoriosas de 9 cavaleiros templarios.
Cumprimentos

cm disse...

pois o que diz sr velho do restelo nao esta totalmente errado. No entanto é por isso mesmo que estao a tentar mudar.

quanto ao blog ficar morto, veremos como andam as coisas.

um abraço e ate breve

Anónimo disse...

Tendo corrido o risco de ser mal compreendido desejo esclarecer umas coisas quanto à minha pessoa contribuindo assim para esta onda de transparência que parece ter invadido o blog.
Tenho 59 anos, uma filha e dois netos. Habito em Paris onde fui primeiro professor de Língua Portuguesa e mais tarde de Cultura Portuguesa. Estou neste momento em ano sabático a preparar uma série ensaios sobre a Historia de Portugal. Como acredito que toda a História é subjectiva, sendo portanto Ficção, dedico-me a diversos estudos sobre quem escreveu esta enorme obra a que chamamos História de Portugal e a quem se destina esta obra. Procuro também descobrir até que ponto ela se confunde com o ser português. Agora talvez percebam porque aqui venho ocasionalmente. Não para aprender, se aprender tanto melhor, mas sim para tentar compreender como é que nós portugueses encaramos a nossa história e, neste caso preciso, como é que vocês a entendem. Para estas minhas descobertas os blogs têm sido de uma importancia vital. Leio imensos que versam sobre muitos e diversos temas da nossa história e até escrevo em um ou dois. Nos blogs consigo compreender como pensa a juventude portuguesa e como se posiciona ela perante o mundo que a rodeia.
Outra coisa que desejo esclarecer é a minha posição crítica perante o Sr. Degraconis e o possível paradoxo que o meu último comentário possa ter gerado em relação aos anteriores. O sr. Degraconis é um homem lido, disso não tenho a menor dúvida, mas grande parte da sua filosofia e conhecimento advém da leitura de obras que no seu próprio tempo foram duvidosas mas que com o passar dos anos se tornaram canónicas e por isso incontestáveis, ou seja, a ficção com o passar do tempo tornou-se História, portanto, as bases fundamentadas nas quais se assenta o Sr. Degraconis não são, no fundo, realidade, embora o aparentem ser. É neste aspecto que o distingo de os demais intervenientes e em mais nenhum. Não desejo de forma nenhuma que o blog morra antes pelo contrário. Tenho todo o interesse que sobreviva.

Espero que tenha clarificado, ao menos um pouco, a minha presença aqui e que, de alguma forma, possa ter corrigido algum mal entendido com os intervenientes deste blog.

Obrigado,

Velho do Restelo

DEGRACONIS disse...

Paradoxal sem dúvida a escaramuça que se estabeleceu entre nós, tal é a amplitude das suas criticas sobre a matéria da qual versei, que chega a destituí-la de qualquer merecimento de lugar neste blog, como posteriormente a eleva ao podium dos comentários que por aqui se lêem, não fosse eu no seu entender o único possível sucedâneo deste blog após a aplicação das tais regras anunciadas pelo Azul.

Contudo julgo estarmos apaziguados e louvo o seu último comentário que surge como uma lufada de ar fresco para novas primaveras, que alias se aproxima.

Apesar das suas escassas aparições se terem pactuado apenas por uma voz critica, é perceptível nos seus escritos que também V. Exa deva ser uma pessoa bastante lida, não fosse você “Lente” de cultura Portuguesa, e não digo enciclopédico, porque julgo a atribuir em primazia à minha pessoa, mas para filosofias e conjunturas não é o tempo nem o local e apenas posso partilhar no blog o que por essa via tenho vindo a conhecer.

A história é ficção tanto quanto o mito o é, e veja-se que actualmente esta última é já aceite por várias correntes da história como verdade psicológica do povo que a construiu ou plasmou nas seus diversas lendas. O mito é atemporal e as lendas a repetição periódica desses mesmos arquétipos da mente humana e talvez as lendas que envolvem Thomar não sejam mais do que isso mesmo. Mas como diz o povo, não há fumo sem fogo, difícil tem sido é encontrar o fogo, não só em Thomar mas também nos diversos altos lugares templários do mundo. O povo sonha, a história nasce.

Mas será que é a história de Portugal que se confunde com a “Arte de Ser Português” como diria Teixeira de Pascoaes, ou será o inverso? Mas curto é o pano deste local para tal discussão, contudo poderemos afirmar que a História de Portugal se confunde em determinada altura com a história da Ordem do Templo, e mais tarde com a de Cristo. E não terá sido precisamente a partir dessa falta de sincronicidade que Portugal no século XVI se afunda no período decadente dos seus feitos?

Seria de todo interessante ( a mim interessaria ) que partilhasse com o blog o seu ponto de vista sobre a “raça Portuguesa”, apesar das limitações do blog e do seu tema central. Não sei se estamos perante um “Velho do Restelo” próximo, na sua visão da história Portuguesa, de um António Sérgio, racionalista, de um António Quadros, Pessoa ou Agostinho da Silva, providencialistas por excelência, ou de um Eduardo Lourenço ou Boaventura Sousa Santos, entre tantos outros que partilharam visões diferentes, senão diametralmente opostas da ficção histórica portuguesa, que todavia cimentaram a “forma mentis” deste povo que vive plantado à margem do mar, mas que não se inibiu de dar umas voltas por aí, pelo mundo que se tornou todo o mundo.

Saudações…

Ps: Como já anteriormente afirmei, não tenho aspirações a Historiador nem a literato, somente partilhar neste recanto blogiano o sonho de ser “intensamente Português porque me sinto intensamente outra coisa sem contudo ser capaz de o ser” e se “Portugal tem hiperidentidade porque tem um défice de identidade real e a compensa no plano imaginário”, deixai-me delirar porque a essência da verdade será eternamente de ordem poética e não cientifica, aparece ao luar claro da inspiração e não à claridade fria da razão. (Marcello Duarte Mathias, Eduardo Lourenço e Teixeira de Pascoaes)

Nota de rodapé: Já que adiantou um pouco de si, sem contudo eu ter apelado a tal exposição, adianto que o Degraconis é das áreas económicas e exerce profissionalmente nas mesmas. ( Estamos de duelo de identidades disparados… era uma piada )

DEGRACONIS disse...

No seguimento do post colocado pelo CM a respeito da Igreja de Santa Maria dos Olivais, proponho-me em paralelo ao trabalho dele de pesquisa de dados modernos sobre a Igreja, iniciar aqui uma exposição de todos os dados que compilei sobre a mesma. Serão dados históricos e servem de complemento aos dados que entretanto ele possa ir divulgando.

Que tal trabalho conjunto sirva de homenagem à Igreja que foi Templária, depois da Ordem de Cristo e hoje de todos nós.

JOÃO disse...

Meus amigos deixem-me fazer um aparte ao bolg.
Quero lançar o meu receio em relação ao programa de televisão (as 7 maravilhas de Portugal) ,pois tudo indica que o convento de cristo não seja escolhido .
É pena pois foi apartir do convento de cristo que as paginas mais brilhantes da hístoria de Portugal começaram a ser escritas .
Foi aqui que começou a missão não de conquistar mas sim de redescobrir e unir civilizações .
É neste convento e castelo que compriu-se o sentido do nº secreto da ordem Templária e da de Cristo!Esse nº é o cinco,o da rosa mística que pode ser visto no convento e também em St Maria do olival.
Peço perdão ,mas como tomarense tinha de desabafar.
comprimentos fraternos

Anónimo disse...

Avé

Este blog é um espetaculo, adoro mesmo. Sou fã dos templários e é com grande prazer que vou lendo as publicações e os comentários.
No entanto tenho constatado que muitas vezes, o que parecia ser um espaço de liberdade e expressao de ideias, descobertas e teorias, passa a ser simplesmente o monopolio de alguns, e quem não pensa igual que se cuide.
Está mal, foi a capacidade dos templários em se abrir a outras culturas que constituiu a sua riqueza, e nos permitiu descobrir o mundo.
Por isso aconselho aos publicadores joão e azul a não fazerem censura, com que critérios é que iam decidir a pertinencia das criticas, será que só o degraconis ou o cm tem direito a palavra? Será proíbida a critica quando dirigida a eles?
É verdade que ambos têm contribuido à riqueza e interesse deste blog, sobretudo o degraconis, mas ouvir critica faz bem, e não é sinal de fraqueza mas sim de sabedoria (só sei que nada sei dizia o Socrates(gay mas não mentiroso)).
Para que este blog continua vivo, e nao acabe num circulo fechado de compadres.
viva os templários e viva thomar

Cavador Andante

Anónimo disse...

Hello pessoal dia 1 de março foi inaugurada a casa dos cubos, novo espaço cultural onde já actuaram os u-clic uma das bandas thomarenses com mais potencial.
O tesouro templário está bem escondido, mas outro tesouro esta à vista, o talento musical thomarense.

Festeiro

Anónimo disse...

ESTE BLOG ESTÁ MORTO!!!
TAL COMO OS TEMPLÁRIOS.
OS GRUPOS DE INTERESSES VOLTARAM A GANHAR.
BASTA VER PELOS COMENTARIOS.

A MORTE

Azul disse...

Estou triste pela maneira que vejo os utilizadores deste blog a usarem-no...
ha uns que tentam debater assuntos intressantes e polemicos, incentivando os debates saudaveis, outros apenas ocupam espaço com mensagens desanimadoras... para esses leitores e utilizadores, apenas desejo que pensem alguma coisa com sentido, e se não ocorrer nada... leiam... pois a ler também se aprende muita coisa...

Abraços em tons de PAZ

Anónimo disse...

mas qual tesouro:tava a vossa espera estes seculos todos não!


Paiva